26 fevereiro, 2015

Vídeo: Trens do Metrô de Fortaleza (Metrofor) atrasam mais de 1h

Uma pequena amostra do  descaso e desrespeito com os quais a população de Fortaleza é tratada na questão do transporte público.
Se o  Metrofor estivesse funcionando de fato, ajudaria a reduzir congestionamentos e facilitaria a vida de milhares de cidadãos. Sou um dos milhares de usuários prejudicados pelo descaso para com o funcionamento do equipamento. Usando o metrô, gasto cerca de 25 minutos para chegar ao Centro. Fazendo o percurso de ônibus, gasto em torno de 1h30.
O projeto do metrô de Fortaleza é de 1987 e as obras, previstas para serem concluídas em 2 anos, iniciaram somente em 1999 e ainda não terminaram. Com todo este tempo de atraso, a Linha Sul do metrô ainda conta com duas estações inconclusas e tem funcionamento precário. A chamada operação assistida, iniciada em junho de 2012, quando o governador Cid Gomes(Pros) inaugurou o metrô junto com a presidente Dilma Roussef(PT), deveria durar seis meses. Se arrastou por mais de dois anos. Passou a funcionar comercialmente em 1º de outubro de 2014, pouco antes das eleições. Situação continua precária. Legado infame dos governadores Tasso Jereissati, Ciro Gomes, Lúcio Alcântara e Cid Gomes. Ao que parece, o atual governador do Ceará, Camilo Santana, que foi candidato de Cid Gomes, pretende dar continuidade ao descaso.
Há ainda uma série de outros problemas relacionados ao funcionamento do Metrofor. Exemplos: Na maioria das estações não há placas de sinalização interna.
O metrô conta com sistema de som e letreiros luminosos nos vagões, mas quase nunca estes são utilizados, tendo os usuários que “adivinhar” em qual estação se encontram. Como os trens foram comprados na Itália, as barras horizontais para as pessoas se segurarem durante o trajeto, foram projetadas para europeus, o seja, são muito altas. O cearense, que é de estatura mediana ou baixa, sofre para conseguir apoio. Isto poderia ser resolvido facilmente colocando alças, que até o momento inexistem.
Já reclamei da situação do Metrofor junto ao Ministério Público Federal(MPF), mas parece que o ritmo do órgão é o mesmo do metrô.

Atualização (27/02/15) 

Estação São Benedito (Centro de Fortaleza) com as portas fechadas.

 

Hoje, 27, o metrô está com todas as estações fechadas devido a alagamento na Estação Benfica. Liguei para o Metrofor e não há previsão de retorno do serviço. Este mesmo problema alagamento) ocorreu ano passado.
Abaixo duas matérias publicadas no portal Diário online e no jornal Diário do Nordeste
Serviço irregular gera desconfiança - 27/02/15
Metrô que faz a Linha Sul está parado - 27/02/15

Atualização dia 02/03/15
Novamente problemas no Metrofor. Só um trem circulando e atraso de até 1h30.
Metrô de Fortaleza registra mais um problema - 02/03/15
Metrô apresenta problemas pela terceira vez - 02/03/15 (com publicação do vídeo acima)

25 fevereiro, 2015

O outro doleiro



Publicado em 25/02/2015
Lendo várias matérias sobre a Operação Lava Jato e o doleiro Alberto Youssef, achei curioso que ninguém tenha lembrado de outro doleiro que, segundo a Folha, chegou a operar junto com Youssef e movimentar US$1,7 bilhão. Ele participou ativamente do esquema do Banestado e tinha como informante um delegado da Polícia Federal.
Trata-se do cearense Alexander Diógenes Ferreira Gomes que, aparentemente, desde 2006 vive na Espanha.
Em 2012 a imprensa cogitou que Alex Ferreira Gomes, como ficou conhecido, faria uma delação premiada. Após isso não se soube de mais nada.
Em 1999, o ex-ministro Ciro Gomes negou qualquer parentesco com Alex, apesar de afirmar que o mesmo tinha “boa reputação”.
Se alguém estiver curioso, seguem alguns links que encontrei em uma busca rápida em jornais e portais de notícias.








19 fevereiro, 2015

A hora em que o trem não passa


Passageiros esperam até uma hora por trem do Metrofor

Continua a situação de desrespeito aos usuários do metrô de Fortaleza, o Metrofor.

Mesmo cobrando passagem desde outubro do ano passado e tendo havido extensão no horário de circulação dos trens, a situação continua precária. Os trens circulam de 6h40 às 19h, de segunda a sábado.

Não há definição com relação aos horários intermediários em que os trens circulam e nem sobre a quantidade dos mesmos, que oscila entre 2 e 3 composições, embora o próprio site do Metrofor afirme que em 2009 foi firmado contrato para aquisição de 20 composições.

Hoje (19/02/15) pela manhã , passageiros esperaram por 55 minutos na Estação Aracapé, de 7h15 às 8h10, por um trem com destino ao Centro. Além dos constantes atrasos e superlotação em horários de pico, os sinais luminosos e sonoros indicando as estações raramente são utilizados. Algumas vezes o ar condicionado é desligado, causando mal estar aos passageiros. A bilhetagem eletrônica não funciona, o que impede o uso do vale-transporte eletrônico por milhares de pessoas. Só se pode pagar a passagem em dinheiro vivo, utilizando-se ainda tickets de papel e urnas para coletar os bilhetes. Há carros com portas travadas e nas estações reina a mais absoluta falta de informações aos usuários.

Curioso é que, antes das eleições do ano passado, quando terminou a famigerada "operação assistida", havia tabela com horários dos trens nas estações e os mesmos circulavam com pontualidade britânica.

Já denunciei esta situação ao Ministério Público Federal, que desde 2002 tem procedimento com relação ao Metrofor. Mas, pelo visto, a apuração caminha a passos de tartaruga com artrite.

Com tudo isso, vejo com preocupação que o controle do Metrofor continue sob os auspícios da família Ferreira Gomes, como foi anunciado pelo governador do Ceará, pois nos 8 anos de gestão do ex-governador Cid, o Metrofor foi de mal a pior.

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | coupon codes