22 outubro, 2016

Guerra de facções: Família do Norte (FDN) envia “salve” a seus integrantes no Ceará

Circulam nas redes  sociais e em serviços de mensagem como WhatsApp  e Telegram, mais um texto  com um suposto “salve”,  que na linguagem das  facções criminosas  significa um informe ou orientação da direção das mesmas para todos os seus membros.
Desde o domingo, 16/10, que as duas maiores facções criminosas do país, o Primeiro Comando da Capital (PCC) e o Comando Vermelho (CV) romperam uma trégua anteriormente estabelecida. O PCC, através de sua direção, já enviou um “salve” aos criminosos do Ceará.
A Família do Norte (FDN), aliados do Comando Vermelho (CV)  também fez o mesmo. Eles iniciam a mensagem afirmando que a FDN CVRJ “sempre respeitou e sempre vai respeitar a massa carceraria e todos aqueles bandidos que correm pelo certo em geral e que lutam pela paz”. Em seguida alertam a todos os seus membros para ficarem em “alerta máximo” e prontos para se defender dentro e fora do sistema carcerário.
Dizem também que já ajudaram as outras facções e a massa carcerária no estado, inclusive com resgates de presos e ataques a delegacias para denunciar torturas sofridas no sistema carcerário. Afirmam no entanto que não estavam sendo respeitados pelo Primeiro Comando da Capital (PCC).
No restante do texto, reafirmam denúncias de covardia e traição contra o PCC, inclusive responsabilizando esta facção pelas mortes de presidiários em boa vista, estado de Roraima. Dizem que continuam a lutar contra “o caos” do sistema carcerário  e encerram afirmando que estão “ sempre a favor do crime correto” (sic).
O “salve” é assinado pelo  “Conselho Geral Família do Norte Ceará”.
A trégua entre as facções foi rompida após 18 mortes de presidiários em Rondônia e Roraima no último domingo, 16.
Na noite de quinta-feira, 20/10, mais quatro presidiários foram assinados no Acre na disputa entre facções e, conforme o jornal El Pais, mais nove mortes aconteceram fora dos presídios.
Nesta semana já houve princípio de rebelião nos presídios cearenses e há notícias sobre a ruptura da trégua que trouxe a “pacificação” a Fortaleza.
Em alguns bairros, como na Sapiranga, um homem foi morto em um confronto atribuído às facções. Em outros bairros, como no Conjunto Palmeiras, houve foguetório para comemorar a manutenção da trégua, pela facção Guardiões do Estado (GDE).
Enquanto isso, e com todas as evidências em contrário, autoridades da área de Segurança Pública no Ceará, continuam negando a existência de um pacto pela paz entre as facções em Fortaleza e dizem que as mesmas só têm atuação dentro do sistema carcerário.

Guerra de facções: PCC envia “salve” a criminosos cearenses - https://bitautonomo.blogspot.com.br/2016/10/guerra-de-faccoes-pcc-envia-salve_21.html

 “Pacificação” imposta em Fortaleza pelo crime organizado pode estar chegando ao fim - https://bitautonomo.blogspot.com.br/2016/10/pacificacao-imposta-em-fortaleza-pelo.html 

Basta da política de avestruz na segurança pública -
http://blog.opovo.com.br/blogdoeliomar/seguranca-publica-e-a-politica-de-avestruz/

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | coupon codes